Início

  

CLUBE DOS ESCRITORES PIRACICABA

O QUE É?

 

Academia de Artes, Ciências e Letras, sem fins lucrativos, sem conotações religiosas ou político-partidárias.

 

DATA DE FUNDAÇÃO: 16/10/89

                                           Declarada de Utilidade Pública Municipal  pela Lei 4265/97

 

OBJETIVOS:

 

1        Congregar escritores e interessados em qualquer ramo da literatura, das artes e das ciências, de todas as tendências e estilos, novatos ou consagrados, sem fazer distinção ou pretender julgamento da qualidade do seu trabalho;

2        Colaborar na divulgação pessoal dos escritores e da sua obra;

3        Incentivar por todos os meios a publicação de títulos de autores novos e conceder honrarias, medalhas, diplomas de mérito de sua propriedade.

 

 

MEMBROS

 

1        250 membros espalhados em 179  cidades de 20 estados brasileiros, onde atuam os Delegados Regionais da entidade.

 

 

ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO

 

2        Revista do Clube dos Escritores, em P&B, atualmente com 28 páginas, tiragem de 250 exemplares que é editada ininterruptamente há 20 anos.

 

 

HISTÓRICO

 

1986

Surgiu a idéia da formação do Clube quando um grupo de escritores resolveu  fazer livros pelo sistema da chamada Literatura Alternativa, como os livretos de cordel, feitos artesanalmente e com patrocinadores que tinham as suas publicidades estampadas no livreto,  que é ainda a idéia fundamental da nossa Cooperativa de Autores e dos chamados “Cadernos do Clube dos Escritores”, coletâneas de 8 a 12 autores com pequena tiragem e feito de forma simples, como um livreto formato brochura, sem a sofisticação do livro de editora.

 

1989

O grupo totalizou a publicação de 167 títulos e vendidos mais de 35 mil exemplares desses livretos.

1989 a 1994

Desenvolvimento de 354 edições do Programa de Rádio “Clube dos Escritores”, somente com declamação de poesias pela FM Municipal e na Rádio Educadora AM. 

 

Seu slogan é “em busca da democracia literária” − cerne da filosofia do Clube dos Escritores, a qual prega que a literatura tem que ser acessível ao grande público, e da mesma forma, deve ser popularizada, para que todos a entendam e tenham capacidade de se expressar em sua própria língua.  Clube dos Escritores é "O espaço definitivo para a divulgação da literatura de todos os escritores". Este slogan encontra-se na capa da revista do Clube.

1989

16 de outubro – Fundado o Clube dos Escritores Piracicaba

Tendo Membros Titulares (300 Cadeiras),  Sócios contribuintes Honorários e os Sócios contribuintes Assinantes da Revista Clube dos Escritores.

1990

Criado o Centro Literário de Piracicaba, tendo publicado durante dois anos, a página literária “Clube dos Escritores” no jornal Diário que fechou em 1992.

 

1992

Publicação da “Coletânea do Clube dos Escritores” pelos trinta e cinco autores que formavam o grupo.

1993 a 2003

Com o esgotamento da literatura alternativa, sem espaço para publicar, o grupo idealiza e funda um jornal literário. O jornal começa com uma página e tiragem de trinta exemplares.

No 10º aniversário do jornal literário apresenta 32 páginas, 740 assinantes, um corpo redatorial de 200 escritores, tiragem de 750 exemplares e circulação nacional.

1994

Lançamento da Coletânea “Força Motriz”

1995

Instituição oficial da entidade, com a eleição da primeira Diretoria. Aconteceu numa reunião-jantar, ocorrida no restaurante Brasserie, que passou a ser a maneira de se reunir do Clube dos Escritores. Algum tempo depois, foram registrados os Estatutos e fundada a entidade Clube dos Escritores Piracicaba

Lançamento da “Coletânea do Clube dos Escritores”, vol. 2

1996

Formado o Departamento de Honrarias e Méritos do Clube. Foram diplomados os 23 Membros Titulares Fundadores da entidade, em reunião-almoço realizada na antiga Churrascaria Guaíba.

O Clube escolheu como distintivo um pin que traz a figura de uma coruja, criado pelo artista plástico Marco Antonio Cavallari,  símbolo da sabedoria, que nomeia o troféu dos ganhadores dos seus concursos literários.

Solenidade de assinatura da “Carta do Mirante”, pelo Presidente do Clube e o Prefeito Antonio Carlos de Mendes Thame, durante reunião-almoço realizada no Restaurante Mirante. Contou com a presença de 250 pessoas com representantes de 36 cidades do estado de São Paulo e de outros estados.

1997

A Entidade é declarada de Utilidade Pública Municipal  pela Lei 4265/97

1998

Criado o Conselho Acadêmico, com 100 Cadeiras

2000

Criado o Colegiado Acadêmico, com 100 Cadeiras

2002

Instituída a Galeria dos Academicus Praeclarus, com 100 Cadeiras, que foi empossada pelo Prefeito José Machado em agosto de 2002

 

2003

Surge a Galeria dos Decanos do Conselho, com 100 Cadeiras, que foi suprimida anos mais tarde em reforma estatutária.

2004

É lançado o terceiro slogan do Clube: “A literatura pode e deve ser tratada como espetáculo”.

 

2009

É lançado e outorgado o “Troféu Vinte anos” e o “Título da Lira Vintenária”, em comemoração aos 20 anos da entidade.

 

 

 

DIPLOMAS E MEDALHAS CRIADOS PELO DEPARTAMENTO DE HONRARIAS E MÉRITOS DA ENTIDADE

 

1        Definidos, impressos e preenchidos de acordo com o disposto no Artigo 43 da Lei Municipal 5194/02, que regulamenta os Diplomas e Láureas do Clube dos Escritores, que servem para render homenagens a pessoas que se destaquem na área das artes, ciências e letras, e também na área social e cultural são os seguintes os Títulos e Medalhas criados pelo Departamento de Honrarias e Méritos do Clube dos Escritores Piracicaba:           

 

Diploma da Galeria de Honra

outorgado à família de titulares falecidos, patronos de cadeira.

 

Título de Magnum Meritum

outorgado a pessoas de Mérito reconhecido em qualquer área cultural, artística, literária ou científica, do campo político, religiosos, militar, empresarial  e social.

 

Título de Persona Mundi

outorgado, anualmente, dentro do âmbito da realização das Solenidades do Clube, a associados e não associados do Clube dos Escritores Piracicaba, que tenham se destacado no seio das  comunidades estrangeiras de qualquer raça ou nacionalidade, nas Áreas: Social, Cultural e Artística.

 

 Título de Magna Persona

outorgado a pessoas de mérito reconhecido em qualquer área cultural, artística, literária, do campo político, religioso, militar, empresarial  e social.

 

  Medalha de Mérito Científico “Prof. Dr. Walter Radamés Accorsi”

criada pelo artista plástico Marco Antonio Cavallari, outorgada anualmente pelo Clube dos Escritores em conjunto com a família Accorsi  no âmbito científico.

topo